Descubra como fisgar seu ouvinte

Descubra como fisgar seu ouvinte

Observe se você já passou por alguma situação como essa: foi em uma palestra e não compreendeu muito bem o que o palestrante dizia; participou de uma reunião e saiu sem entender qual era o rumo da conversa; ouviu uma entrevista no rádio ou TV e o entrevistado se enrolava para dar as respostas.

Há muitas questões que envolvem a habilidade de falar e ser compreendido, mas alguns oradores ao elaborar suas apresentações acabam não considerando qual é a capacidade de instrução dos seus ouvintes. Por isso investigar qual é o público alvo e o nível de informação desta plateia são fundamentais para o processo de assimilação do conteúdo exposto.  

Por exemplo, se você for falar para pessoas especializadas em determinado assunto, é bom avaliar se sua apresentação não está muito “básica”. Nesse caso dá para usar termos técnicos, raciocínios abstratos e até complexos, porque esse tipo de público vai conseguir acompanhar a apresentação sem dificuldade.

Agora se o grupo for mediano é necessário ser muito claro na hora de transmitir as informações. Dá para caprichar nos slides com ilustrações, vídeos, mas a dica é repetir as ideias que você acha importante. Como esse público não é tão entendido do assunto considere até levantar algumas reflexões, mas ao contrário do grupo mais especializado, é bom você amarrar a conclusão.

Mas quando o grupo de ouvintes é mais diverso complica um pouco. Porque vai ter gente mais entendida e outras que possuem pouca ou nenhuma informação sobre o tema. Eu apostaria em uma apresentação com nível de conhecimento intermediário, com explicações sobre alguns termos técnicos ou complexos para deixar a mensagem mais clara, e ao mesmo tempo, o público de nível mais especializado vai se envolver com o assunto.

As vezes dá até para puxar esse pessoal mais entendido para dar um pitaco, fica simpático.

@soul.farol

@consultora.lizeburigo

Ver mais em LIZE BÚRIGO

WHATSAPP 92FM!
+55 48 98441-0010