Falar em público… Socorro

Falar em público… Socorro

Já conversamos aqui sobre um sentimento comum de todas as pessoas que vão falar em público, o medo. E vou te dizer que esse receio não é ruim, e se controlado, nos fortalece.

Sabemos que é impossível se libertar de todos os medos, mas podemos sabotá-los, já que a maioria deles criamos de forma inconsciente.

E o exercício de hoje é dentro de uma escala de 0 a 10 você anotar qual a intensidade de seu medo ao ser convidado para falar em público. Imagine entrando em um auditório, microfone no pedestal e uma plateia te esperando.

Nessa escala de medo, qual sua posição?

Se você ficou abaixo de cinco é porque, apesar de sentir medo, consegue ter controle da situação.

Entre cinco e sete, você até encara o desafio, mas sofre demais com antecedência e na hora da apresentação fica extremamente nervoso.

E se sua posição ficou entre 8 e 10, há uma grande chance de você fugir e negar o convite, desperdiçando a oportunidade de deixar sua marca.

Independente do nível de sua escala meu objetivo aqui é que você faça uma autoavaliação e descubra até que ponto esse “medo” de falar em público tem atrapalhado sua vida profissional e pessoal.

A boa notícia é que para todos tem remédio. A gente pode começar tratando quais as dores que esse medo provoca em seu corpo. Palpitação, dor de barriga, suor excessivo, pernas bambas.

No próximo post vamos tratar de exercícios de relaxamento para mente controlar o corpo. Mas nada vai dar certo se você não parar dez segundos para descobrir qual comunicador existe aí dentro.

Vamos enfrentar?

@consultora.lizeburigo 

Ver mais em LIZE BÚRIGO

WHATSAPP 92FM!
+55 48 98441-0010