Segunda temporada de O Rei Da TV conseguiu ser ainda pior que a primeira

Segunda temporada de O Rei Da TV conseguiu ser ainda pior que a primeira

Longe da realidade, é assim que as pessoas do núcleo próximo do Silvio Santos descreveram a primeira temporada da série que aborda a vida do apresentador mais famoso do Brasil. Já o roteiro da segunda temporada foi além. A tentativa é, nitidamente, causar alguma polêmica com a família Abravanel com a tentativa de manchar a imagem de um brasileiro é quase unanimidade nas áreas em que ele atua.

Na primeira temporada vimos um Silvio Santos (José Rubens Chachá) manipulador, inseguro e disposto a fazer tudo pela fama. Em alguns momentos, vemos o “homem do baú” em uma richa descabida com Gugu Liberato (Paulo Nigro), como se tivessem “inveja” um do outro. Os atores merecem uma menção honrosa pela atuação que não ficou caricata. Silvio não fala “Mamama oeee”, como é retratado pelos imitadores.

Já a segunda temporada é mais escrachada, tem a dramatização da clássica participação do Jean Claude Van Damme no Domingo Legal e o “sushi humano” do Domingão do Faustão. Fora isto, muita especulação, e algumas histórias estranhas, como o relacionamento da Patrícia Abravanel (Bárbara Maia) com um dos integrantes da banda Ludo, inspirada na banda Dominó. O roteiro também mostrou a participação da Patrícia em um clipe da banda, o que NUNCA aconteceu.

Sim, na segunda temporada temos três pontos altos da biografia do Silvio Santos, a candidatura à presidência da república, a falência do banco PanAmericano e o sequestro da filha, Patrícia, acontecido em 2001, mas retratado na série como se tivesse acontecido em 1999.

O ponto baixo é o tempo que a série dedica para falar sobre um relacionamento extraconjugal do Silvio com uma atriz mexicana chamada Michelly Vega (Giselle Itié), um personagem fictício que não deveria ter um destaque tão grande em uma biografia.

Em entrevistas recentes, o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega, além da filha do Silvio, Cintia Abravanel e o neto, Tiago Abravanel, apontaram alguns erros grotescos na linha cronológica da série, reforçando a ideia de que não houve pesquisa nem entrevistas com fontes próximas ao “homenageado”

O Rei da TV está disponível, em duas temporadas, no Star+, mas este jornalista não recomenda que você crie algum juízo de valor sobre o Silvio Santos baseado no personagem retratado pela série

Ver mais Notícias

WHATSAPP 92FM!
+55 48 98441-0010