Roubo de cargas gerou R$ 1,2 bilhão de prejuízos ao País em 2022

Roubo de cargas gerou R$ 1,2 bilhão de prejuízos ao País em 2022

Uma pesquisa recente divulgada pela Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística) revelou que a região Sudeste continua sendo a líder em casos de roubo de cargas em todo o Brasil. Segundo o estudo, impressionantes 85,18% das ocorrências registradas no país em 2022 ocorreram nessa região. Em sequência, as regiões com maior incidência foram Sul (6,12%), Nordeste (4,66%), Centro-Oeste (2,81%) e Norte (1,23%). No que diz respeito às perdas financeiras, os roubos de carga resultaram em aproximadamente R$ 1,2 bilhão em prejuízos no ano passado.

A pesquisa também identificou os produtos mais visados por quadrilhas e criminosos em geral, sendo eles: alimentos, combustíveis, produtos farmacêuticos, autopeças, materiais têxteis e de confecção, cigarros, eletroeletrônicos, bebidas e defensivos agrícolas. Essas mercadorias têm alto valor no mercado ilegal e são facilmente comercializadas, tornando-se alvos atrativos para ladrões de cargas.

Diante desse panorama preocupante, o mercado tem buscado soluções inovadoras para aumentar a segurança nas estradas e proteger as mercadorias em trânsito. Um exemplo é o Cartão Despesa desenvolvido pelo TruckPag Bank, banco digital pertencente à startup de meios de pagamento para frotas, TruckPag. Esse cartão opera como um cartão de débito que pode ser carregado com valores específicos para serem utilizados em viagens. Todos os gastos durante o percurso do motorista podem ser cobertos por meio do Cartão Despesa, eliminando a necessidade de portar dinheiro em espécie e, assim, aumentando a segurança nas estradas. Thiago Ghesti, head de negócios do TruckPag Bank, explica que essa solução foi projetada para proteger os motoristas e, consequentemente, as cargas, reduzindo os riscos de roubo e proporcionando maior tranquilidade durante o trajeto.

Fonte: Portal do Trânsito

Ver mais em Programas

WHATSAPP 92FM!
+55 48 98441-0010