8 em cada 10 músicas no streaming raramente são ouvidas

8 em cada 10 músicas no streaming raramente são ouvidas

Para os ouvintes e amantes da música, as plataformas musicais de streaming facilitaram e muito o consumo de música e descoberta de novas bandas mas para os artistas nem tudo são flores.

Já é fato que apesar da boa vitrine, plataformas como o Spotify não são bons pagadores. A plataforma em questão, por exemplo, não paga royalties em faixas que recebem menos de 1.000 reproduções em um ano – ou seja: não paga a maioria dos artistas que disponibilizam suas músicas por lá.

Segundo o relatório “2023 Year-End Report” da Luminate, 158 milhões de músicas, ou 86% do catálogo total nas plataformas digitais (medido usando ISRCs, ou International Standard Recording Codes), tiveram menos de 1.000 reproduções no ano passado. Isso significa que oito em cada 10 músicas no total não são transmitidas ou muito raramente ganham um play.

Resumo da ópera: a maioria dos artistas que estão disponíveis para serem ouvidos nos serviços de streaming foi tocada menos de 1.000 vezes durante todo o ano passado. O que faz sentido já que a maioria dos provedores que popularizam certas faixas, deixa o resto na poeira fazendo com que mais artistas mainstream sejam tocados e sugeridos repetidamente pelos algoritmos, enquanto o restante simplesmente é ignorado.

Ver mais em Programas

WHATSAPP 92FM!
+55 48 98441-0010